Voltar para a tela anterior.

Conselho Tutelar recebe apoio do vereador Rafael Bueno


Os profissionais que integram os CTs pedem nova classificação de cargos e garantia de auxílio-alimentação e vale-transporte


Os integrantes dos dois Conselhos Tutelares de Caxias do Sul (CTs Sul e Norte) receberam, na sessão ordinária desta quinta-feira (07/12), apoio do vereador Rafael Bueno/PDT. Responsáveis por zelar pelos direitos das crianças e dos adolescentes, os conselheiros estiveram na plateia, conseguiram um espaço para se manifestar por meio de acordo de líderes e pediram nova classificação de cargos e garantia de auxílio-alimentação e de vale-transporte.

A presença desses profissionais na Casa se deve, especialmente, porque dois projetos de autoria do Executivo estão em pauta e buscam retirar auxílio-alimentação e vale-transporte dos cargos em comissão (CC), classificação na qual estão enquadrados os conselheiros tutelares. Nesse sentido e por serem eleitos, solicitam a mudança do enquadramento de seus cargos. Bueno defendeu pedido de vista às matérias. Também se manifestaram em solidariedade aos conselheiros os vereadores Alceu Thomé/PTB, Gladis Frizzo/PMDB e Paula Ioris/PSDB.

O pedetista voltou a criticar o prefeito de Caxias do Sul, Daniel Guerra/PRB, por reduzir recursos na área da Cultura; prever o encerramento de contratos na área da Educação Infantil, com possível redução de salários das docentes; e encaminhar gestão compartilhada do Postão 24H, a qual Bueno chama de terceirização. Representantes desses segmentos também estiveram na plenária desta quinta-feira (07/12), vestindo camisetas de cor preta. “O plenário da Câmara se transformou num funeral. As pessoas estão de preto, sinalizando que a cidade está se tornando um grande funeral”, lamentou Bueno.

Diante de tal cenário, o pedetista convidou a plateia para, na sequência, se deslocar até o Ministério Público Estadual e ao Ministério Público do Trabalho, para entregar denúncias, solicitando a devolução de recursos que foram retirados de salários dos docentes em greve e também o cumprimento pela prefeitura de lei que destina percentuais da arrecadação de impostos ao Financiamento da Arte e Cultura Caxiense (Financiarte).

07/12/2017 - 11:07
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Vania Espeiorin - MTE 9.861

Ir para o topo