Voltar para a tela anterior.

Meneguzzi sugere adequação da ouvidoria da Saúde


Apesar de receber informações de usuários do SUS, departamento da Secretaria não tem ações efetivas para solução


O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) protocolou, na tarde desta terça-feira, 18 de abril, uma indicação ao Executivo e à Secretaria Municipal da Saúde (SMS), com o objetivo de adaptar e dar mais agilidade à ouvidoria da SMS. De acordo com o parlamentar, o departamento tem diversos canais de atendimento que, muitas vezes, não se mostram efetivos para apuração das denúncias feitas pela comunidade.

De acordo com a coordenação do serviço, as demandas são recebidas por meio de duas linhas telefônicas, e-mail, Alô Caxias e de forma presencial e são repassadas às gerências das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e do Centro Especializado de Saúde (CES). No entanto, não existe um setor de corregedoria para apurar as denúncias de mau atendimento dos profissionais, bem como da inexistência de horários de consulta e da falta de médicos.

“Fizemos contato com a ouvidoria, que nos repassou que foram 229 atendimentos em janeiro, 170 em fevereiro e outros 306 em março. Contudo, não existe uma divisão de quantos contatos foram para elogios, sugestões e/ou denúncias”, explica Meneguzzi. O setor opera das 8h às 16h30 com uma servidora concursada e duas estagiárias, que cumprem quatro e seis horas, respectivamente.

O parlamentar sugeriu à Saúde que crie um departamento interno para apurar as denúncias e, se houver necessidade, aplicar punições. “Existem denúncias de médicos que saem pra tomar cafezinho e deixam os pacientes esperando ele fazer o lanche. O problema é que ninguém investiga. A ouvidoria repassa para a gerência da UBS que, geralmente, é algum profissional da enfermagem. Dificilmente essa pessoa irá corrigir ou se sobrepor a um médico. Se o fizer, corre o risco de não ser ouvida”, pondera o vereador.

Além dessa adequação, o vereador ressalta a importância de um programa para aplicação de vacinas em domicílio a idosos com dificuldades de locomoção e pessoas com deficiência. De acordo com o parlamentar, chegam ao gabinete diversas demandas de idosos com a saúde debilitada e que não possuem condições de deslocamento para as UBSs.

 

18/04/2017 - 16:32
Gabinete do Vereador Alberto Meneguzzi/PSB
As matérias publicadas neste espaço são de total responsabilidade dos gabinetes dos vereadores.

Ir para o topo