Justiça diploma eleitos em outubro


Cerimônia conduzida pelo juiz Carlos Finger foi realizada no plenário da Câmara Municipal


Os 23 vereadores titulares da XVII Legislatura, que se inicia em 1º de janeiro de 2017, o prefeito eleito Daniel Guerra e seu vice Ricardo Fabris, ambos do PRB, receberam seus diplomas nesta segunda-feira (19/12), em cerimônia realizada na Câmara Municipal e conduzida pelo juiz eleitoral Carlos Finger. O ato, que teve os hinos Nacional e Riograndense entoados pelo Coro Municipal, encerra, segundo Finger, o processo eleitoral deste ano. Ainda participaram o juiz Sílvio Viezzer e a juíza Maria Olivier.

Em sua manifestação, Finger recordou o início do processo eleitoral, ainda em 2015, quando equipe diretiva do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) esteve em Caxias do Sul para apresentação de meta fixada pelo Tribunal Superior Eleitoral de que, no mínimo, 30% do eleitorado gaúcho deveria ser recadastrado pelo sistema biométrico, algo como 2,5 milhões de eleitores. Para Caxias, o TRE elevou a meta: todos os 330 mil eleitores deveriam ser recadastrados. “Graças ao empenho e dedicação dos servidores da Justiça Eleitoral, atingimos o objetivo, com quase 300 mil recadastramentos biométricos”, assinalou, ao lembrar as mudanças feitas no layout do prédio do Cartório Eleitoral, a contratação de 100 estagiários e o apoio do 3º Grupo de Artilharia Antiaérea, que cedeu 30 militares.

Reconheceu as dificuldades, como filas enormes e equipamentos inoperantes em alguns momentos, mas definiu como pequenas diante da magnitude do processo. Afirmou que a biometria, que se expandirá para todo o país, qualificou a segurança do voto.

Finger comentou o trabalho de convocação de 4 mil mesários para as eleições, realizadas em mais de 1 mil seções eleitorais, distribuídas em 163 locais de votação. Referiu-se à análise dos mais de 400 pedidos de registros e ao julgamento do mesmo número de prestação de contas após as eleições.

O juiz ainda fez referência a atual situação brasileira de crise econômica, política, social e institucional. Segundo ele, difícil identificar o que veio antes. Criticou aqueles que confundem as pessoas com as instituições e defendem o fim destas. “Não pode ser assim, temos de ser mais fortes e usar exemplos positivos para defender as instituições”, assinalou. E finalizou com um pedido aos eleitos: “Rogo que honrem os votos que receberam”.

Eleito com maior número de votos - 6.229 -, Neri, o Carteiro/SD falou em nome dos vereadores diplomados. Afirmou que, passada a eleição em que cada candidato buscou votos em parcelas da comunidade, agora é preciso comprometimento com todos os segmentos. Apontou que a crise econômica tem reduzido os recursos públicos, que precisam ser investidos em setores vitais para a comunidade, como saúde, educação e segurança, além de ações para amenizar o desemprego. “Precisamos devolver com muito trabalho a confiança dos que votaram em nós”, conclamou.

O prefeito diplomado Daniel Guerra lembrou os 148.501 votos que recebeu, mas assinalou que agora atuará em benefício de todos os caxienses. Reafirmou que fará uma administração austera e com investimentos dentro das condições financeiras, priorizando saúde, educação e segurança. Assegurou que o programa de governo foi elaborado com embasamento técnico e será construído de forma coletiva, visando um projeto novo para a cidade, que denominou de Caxias das Pessoas.

19/12/2016 - 22:28
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): João Roberto Hunoff - MTE 5.247

Ir para o topo