Voltar para a tela anterior.

Legislativo caxiense recebe coordenador do FGTAS/SINE de Caxias

Maurício Adamatti apresentou os números da agência na cidade ao presidente e ao 1° vice-presidente da Casa


O presidente da Câmara Municipal, vereador Velocino Uez/PTB, recebeu o coordenador da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS/Sine) de Caxias do Sul, Maurício Adamatti, na manhã desta sexta-feira (12/02). Na Sala de Reuniões da Presidência da Casa, o coordenador compartilhou os números da cidade a respeito de vagas com carteira assinada e de seguro desemprego e sobre o funcionamento da agência do Sistema Nacional de Emprego (Sine).

Maurício apresentou o novo programa RS Trabalho, Emprego e Renda – RS TER, do governo do Rio Grande do Sul, que ficou a cargo do FGTAS administrar. Ele explicou que, atualmente, as novas empresas não conseguem durar mais de cinco anos. O programa, portanto, liberará crédito e microcrédito para fomentar o empreendedorismo, com foco na capacitação das pessoas para a gestão dos seus negócios. Segundo Maurício, o RS TER deve estar em alta neste ano, com a retomada da economia diante da expectativa de redução da pandemia.

O coordenador ainda esclareceu que a emissão das carteiras de trabalho não é mais função do FGTAS. Atualmente, a emissão é totalmente digital, feita através de aplicativo e site do governo federal, assim como acontece com a solicitação do seguro desemprego.

Quanto à abertura de vagas de emprego na cidade, Maurício trouxe bons resultados. Desde setembro do ano passado, a agência do Sine de Caxias do Sul está em primeiro lugar como a que mais abre vagas no RS. Para ele, essa posição se deve às parcerias firmadas com a Câmara de Indústria e Comércio de Caxias (CIC) e empresários da cidade.

Porém, os números de vagas com carteira assinada não foram bons em 2020. Caxias do Sul teve um saldo negativo de cerca de 4 mil empregos, principalmente nas áreas de comércio, construção civil e indústria. Maurício também afirmou que Caxias foi a segunda cidade com maior saldo negativo em 2020 no RS, perdendo apenas para Porto Alegre.

Ao final da visita, Uez afirmou que acredita que, neste ano, com a chegada da vacina contra a Covid-19, as oportunidades de trabalhos tendem a aumentar. Fiuza também questionou Maurício se existem oportunidades de emprego para PCDs, demanda recebida por ele nesta semana, através do Conselho Municipal de Direitos da Pessoa com Deficiência (CMDPD). O coordenador afirmou que existem vagas, e os parlamentares se comprometeram a realizar uma visita à agência, nas próximas semanas, para tratar desse e de demais assuntos.

12/02/2021 - 13:56
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a): Vania Espeiorin - MTE 9.861
Redator(a): Letícia Kreling

Ir para o topo