Voltar para a tela anterior.

Comunidade recebe convite para acompanhar a 18ª Parada Livre de Caxias do Sul

Integrante da coordenação, Sandro Maurício da Silva esteve na tribuna do Legislativo municipal para divulgar o evento, que ocorre dia 25 de novembro, às 14h, no estacionamento da FSG


Os moradores de Caxias do Sul estão convidados para acompanhar a 18ª Parada Livre, que ocorre dia 25 de novembro, às 14h, no estacionamento do Centro Universitário da Serra Gaúcha/FSG de Caxias do Sul (Rua Os Dezoito do Forte, 2258, Centro). A divulgação foi feita da tribuna do Parlamento municipal pelo coordenador do evento, Sandro Maurício da Silva, que aproveitou o espaço para reclamar da falta de apoio do governo municipal.

“É uma parada de resistência porque somos resistentes com a Parada Livre. Não tivemos apoio da prefeitura. É uma vergonha um prefeito não conceder espaços e deixar todos os custos da parada a uma comissão, quando o evento é para a comunidade, para as famílias e crianças. Não é uma parada gay, é uma parada livre. Sim, tem gays, mas passam muitos heteros por lá”, ressalta Silva.

De acordo com ele, a Parada Livre é cultural, mas também é saúde porque se faz necessário divulgar informações e cuidados para evitar doenças sexualmente transmissíveis, como AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida). Silva explica que o público LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, transgêneros e pessoas intersex) luta constantemente em busca de segurança. Ele estima que 30% da população caxiense seja LGBTI. Além disso, no seu entendimento, deveriam ser levadas às escolas as discussões de identidade de gênero, com o propósito de esclarecer e de cultivar o respeito.

O coordenador ainda agradeceu o incentivo da vereadora Denise Pessôa/PT na realização da Parada Livre deste ano e que, por meio da Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Segurança (CDHCS), apoiou também.

14/11/2018 - 10:01
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Vania Espeiorin - MTE 9.861

Ir para o topo