Voltar para a tela anterior.

Gustavo Toigo reivindica uma Constituinte exclusiva política, eleitoral e partidária


O vereador se opôs ao valor do novo fundo das eleições, orçado em R$ 1,7 bilhão


Uma Constituinte exclusiva para as reformas política, eleitoral e partidária foi reivindicada pelo vereador Gustavo Toigo/PDT, na sessão ordinária desta quarta-feira (15/08). Na esteira das eleições 2018, com turnos marcados para 7 de outubro (1º) e 28 de outubro (2º), o parlamentar fez um coro para que a população participasse com efetividade da campanha política. “Vamos analisar os candidatos e as respectivas propostas. Não existe saída fora da política. Alguém irá nos governar. Então, não podemos nos omitir desse processo”, alertou.

O pedetista também se opôs ao novo fundo eleitoral, para o qual está destinado R$ 1,7 bilhão do orçamento da União. “A consequência será um prejuízo à renovação de quadros políticos”, lamentou. Ele ainda recuperou uma frase do ex-governador do Rio Grande do Sul Alceu Collares (1991-1994): “O voto é a tua única arma. Põe o teu voto na mão”.

O vereador Edson da Rosa/MDB compartilhou das preocupações do colega. Para ele, entre agentes públicos e a sociedade em geral, precisa haver uma evolução de consciência político-partidária.

15/08/2018 - 11:34
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Fábio Rausch - MTE 13.707

Ir para o topo