Voltar para a tela anterior.

Rafael Bueno reafirma críticas à manifestação do general Mourão sobre africanos e indígenas


O parlamentar pedetista também voltou a cobrar posicionamento do vereador Edson da Rosa/MDB, que representou a Câmara na CIC, onde o general palestrou na segunda-feira (06/08)


O vereador Rafael Bueno/PDT, na plenária do Legislativo caxiense desta quarta-feira (08/08), reafirmou críticas à manifestação do general da reserva do Exército Antonio Hamilton Mourão sobre africanos e indígenas. O parlamentar pedetista também voltou a cobrar posicionamento do vereador Edson da Rosa/MDB, que representou o Legislativo durante evento na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) de Caxias, onde o general discursou na última segunda-feira (06/08), dizendo que o Brasil herdou a indolência dos indígenas e a malandragem dos africanos.

“Ao dizer isso, ele não está somente atacando os afrodescendentes e indígenas, mas a cultura brasileira. Declaração como essa do general Mourão reforça um preconceito diário”, considerou Bueno, acrescentando ainda a discriminação e a violência pela qual passam muitas mulheres no país, o que levou até mesmo à criação de uma lei específica: a Maria da Penha.

Na opinião do pedetista, diante do pronunciamento do general, o vereador Edson da Rosa deveria ter se posicionado. “Quando se tem um problema, é preciso enfrentá-lo. O senhor esteve representando a Câmara, me representando, e não se manifestou”, lamentou o pedetista. Bueno já tinha feito essa cobrança no final da sessão ordinária da última terça-feira (07/08), num momento em que o emedebista não estava em plenário.

Em aparte, o parlamentar Edson da Rosa/MDB disse que nunca fugiu do confronto e não sabia que Bueno tocaria nesse assunto, no fim da sessão de ontem. “Como vou saber o que o senhor vai falar aqui? Sou contra o que Mourão disse, mas é ele que tem de responder por isso. No meu caso, estou no 4º mandato como vereador e a história fala por si”, frisou o emedebista ao reiterar sua contrariedade a quaisquer tipos de discriminação étnica.

A vereadora Denise Pessôa/PT também pediu a palavra e fez coro à postura do parlamentar Rafael Bueno, em oposição ao discurso do general Mourão. “É uma fala racista e preconceituosa salvaguardada por um ambiente que não se opôs”, criticou a petista.

08/08/2018 - 12:48
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Vania Espeiorin - MTE 9.861

Ir para o topo