Voltar para a tela anterior.

Kiko Girardi defende cumprimento da gratuidade da passagem intramunicipal a idosos


O vereador também comentou sobre a paralisação dos caminhoneiros em protesto contra o aumento de combustível no país


O cumprimento da legislação que determina a gratuidade no transporte coletivo intramunicipal nas passagens para pessoas com mais de 60 anos de idade foi cobrado pelo vereador Kiko Girardi/PSD, na sessão ordinária do Legislativo caxiense desta quinta-feira (24/05). O parlamentar também comentou sobre a paralisação dos caminhoneiros em protesto contra o aumento de combustível no país, defendendo uma mudança a partir do voto.O protesto nós vamos ter em outubro, que é nas urnas. Eu digo que todos têm que votar. Se quiser mudança, não vote em branco, não vote nulo, vá para a urna e mude”, defendeu.

No caso das passagens, Kiko, que foi presidente da Comissão do Idoso na Câmara em 2017, gostaria de saber em que situação o debate se encontra, tendo em vista que os idosos têm direito à gratuidade, mas as empresas de ônibus estavam efetuando a cobrança. Atual presidente da Comissão do Idoso, a vereadora Gladis Frizzo/PMDB informou que a demanda foi reencaminhada ao grupo pela Associação de Aposentados e, recentemente, ocorreu uma reunião com a presença da Procuradoria Geral do Município (PGM). Conforme a peemedebista, a PGM orientou a Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMTTM) no sentido de cumprir a lei.

“A PGM encaminhou novamente à Secretaria de Trânsito para que se cumpra o que está no contrato. É por isso que, a partir dessa data (da reunião), no caso os aposentados, não mais pagarão a passagem, já que algumas empresas vinham cobrando a intramunicipal. Só para a gente esclarecer: foi preciso chamar a PGM, para que se tomasse uma atitude”, explicou Gladis.

Kiko agradeceu pelo retorno da vereadora e lamentou que a lei não estava sendo respeitada. “Não precisaria estar exigindo que se cumpra aquilo que foi dado em nível nacional e municipal. Deveria se cumprir, mas há um descaso e uma falta de fiscalização em vários setores. Então, agora talvez as coisas comecem a entrar no lugar. Se está errada a lei, então, que se mude o formato”, acrescentou o parlamentar.

O vereador também cobrou melhor atendimento e estrutura nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da zona norte. Pontualmente, pediu ao município esclarecimentos sobre um possível projeto de nova UBS em Ana Rech. Kiko explicou que tem participado das reuniões do Conselho Local de Saúde, onde há queixas das condições das três UBSs da região. “A população, principalmente de Ana Rech, vem sendo iludida há vários anos de que existe um projeto da UBS nova. Fiz pedido de informações na Secretaria Municipal da Saúde e a resposta da secretária é de que não existe projeto e não existe verba. Então, nós estamos com um problema muito grave naquela região”, lamentou.

Segundo o vereador, um clube de Ana Rech ofereceu espaço para que seja adequado e alugado enquanto não se constrói uma UBS nova, no entanto, não há disposição nesse sentido. O parlamentar também lastimou porque, no atual posto de saúde de Ana Rech, não entra sequer cadeira de rodas e nem maca.

 

24/05/2018 - 13:33
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Vania Espeiorin - MTE 9.861

Ir para o topo