Voltar para a tela anterior.

Elói Frizzo detalha moção por conciliação que evite o aumento da passagem de ônibus a R$ 4,30


O texto irá à votação nesta quinta-feira, quando, às 14h30, deverá ter audiência com a Prefeitura e a Visate


Moção de apoio a uma conciliação que evite o aumento da passagem urbana do transporte coletivo, dos atuais R$ 3,85 para R$ 4,30, será apreciada em regime de urgência, na sessão ordinária de amanhã, a partir das 8h30. Na plenária desta quarta-feira (16/05), como presidente da Comissão de Desenvolvimento Urbano, Transporte e Habitação, o vereador Elói Frizzo/PSB foi à tribuna, de onde detalhou o texto. Nesta quinta-feira, às 14h30, deverá ocorrer audiência com a Prefeitura Municipal e a Visate (concessionária do modal), na 2ª Vara Especializada em Fazenda Pública. O texto é assinado por Frizzo e outros 12 vereadores.

Por meio da moção, os parlamentares pedem a isenção de tributos municipais e a taxa de gerenciamento, hoje em vigor e não constantes no estudo atual, que representam 3% do custo apurado. “Em Caxias, só 20% dos trechos de ônibus são superavitários. Não se justificam mais os cobradores (operadores de sistema). O certo deveria ser preservar os que atuam, mas só contratar motoristas”, ponderou Frizzo.

O socialista também pediu revisão de gratuidades, privilegiando critérios de renda e não só a idade. Quanto à renovação de frota, atentou que cinco anos são um prazo curto. Disse que, em Porto Alegre, o tempo é de 12 anos. Para ele, tais medidas poderiam manter a passagem nos R$ 3,85 ou até baixar o valor da tarifa.

16/05/2018 - 17:24
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Fábio Rausch - MTE 13.707

Ir para o topo