Voltar para a tela anterior.

Projetos voltados a crianças e mães são apresentados por Denise Pessôa


Entre as iniciativas, está a implantação de uma brinquedoteca e um fraldário, no prédio da Câmara


A vereadora Denise Pessôa/PT apresentou, durante a sessão desta quinta-feira (26/04), detalhes de iniciativas de sua autoria, voltadas a crianças e mães. Ela afirmou que, após ter se tornado mãe, mudou seu ponto de vista em relação à vida e ao modo de fazer política.

Uma das propostas apresentadas por Denise visa à implantação de uma brinquedoteca, na sala da Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Segurança (CDHCS). A ideia, segundo a parlamentar, é contar com um espaço de entretenimento, para as crianças que, muitas vezes, acompanham os seus pais, em reuniões do Legislativo.

A petista relatou que, em algumas ocasiões, os pequenos acompanham os adultos no plenário, por exemplo, e querem muito brincar no parque próximo à Casa. Ressaltou que a futura brinquedoteca poderá ser utilizada por todos e ponderou que o local não será equipado com dinheiro público, mas, sim, com doações de brinquedos e livros por parte da população. A vereadora também anunciou a criação de fraldário na Câmara, já autorizado pela Mesa Diretora.

Outra iniciativa destacada por Denise se refere a uma consulta que seu gabinete tem feito durante o mês de maio, online e por meio de formulários, entregues às pastorais de cuidado à criança e a clubes de mães. A pesquisa pede em quais locais da cidade, na opinião dos moradores, os fraldários devem ser instalados, e a visão da comunidade sobre os banheiros-família, onde crianças de até 10 anos de idade podem ser acompanhadas pelo pai ou pela mãe.

O projeto também questiona se as escolas de Educação Infantil de Caxias do Sul contam com espaço para que as mães amamentem seus filhos e se há local destinado ao armazenamento correto do leite. Por fim, pergunta se os médicos esclarecem dúvidas sobre o trabalho de parto, durante o pré-natal.

Segundo a parlamentar, são vários os relatos de mulheres que desejam, logo nas primeiras consultas do pré-natal, ter seus filhos por meio de parto normal. Porém, muitos profissionais argumentam que ainda é cedo para conversar sobre o assunto. Para ela, faltam informações adequadas às mães, induzindo-as à realização de cesarianas desnecessárias. “Não se têm informações para a mulher contrapor e decidir pelo o que ela quer, de fato”, complementou.

Em aparte, Gustavo Toigo/PDT indicou que a Comissão de Direitos Humanos sugerisse a implantação de brinquedotecas, nas unidades básicas de saúde (UBS). Felipe Gremelmaier/PMDB relatou que faltam locais adequados para brincadeiras, em restaurantes caxienses.

26/04/2018 - 12:02
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a): Fábio Rausch - MTE 13.707
Redator(a): Matheus Teodoro

Ir para o topo