Voltar para a tela anterior.

Decisões do município repercutem nas declarações de líderes da Câmara caxiense


Mais diálogo com entidades de moradores, elogios à sinalização viária e críticas a gastos com publicidade receberam atenção no plenário


Algumas decisões recentes do município caxiense foram alvo das manifestações de líderes, durante a plenária desta quarta-feira (07/02). Pediram a palavra para se manifestar os vereadores Edio Elói Frizzo/PSB, Rafael Bueno/PDT, Denise Pessôa/PT, Velocino Uez/PDT, Alceu Thomé/PTB, Arlindo Bandeira/PP e Neri, O Carteiro/SD.

Frizzo elogiou o município por ter voltado atrás na decisão de cobrar a tarifa de água de entidades beneficentes da cidade, a exemplo da Associação Criança Feliz (ACF), cuja representante se manifestou recentemente na tribuna. Por outro lado, o socialista revelou descontentamento com a manifestação que o chefe de Gabinete da prefeitura, Júlio Freitas, fez à imprensa, informando que o município ingressará com pedido de reintegração de posse de cinco sedes de Associação de Moradores (Amobs).

“As edificações usadas pelas Amobs foram construídas para um fim e não para serem usadas, por exemplo, como escolas de Educação Infantil. Se tiver que fazer reformas para isso, o gasto público será bem maior que construir novamente. Não sei o que move a administração municipal a fazer isso. Parece uma atitude de vingança”, sugeriu Frizzo.

Seguindo em tom de crítica, entre outros temas, o parlamentar Rafael Bueno/PDT quer saber se ainda existe a Patrulha Ambiental que havia no município e que contava com o auxílio da Guarda Municipal, pois ele nunca mais a viu. O pedetista lamentou a morte recente de dois jovens em uma represa da cidade e cobrou da prefeitura orientações sobre o uso desses espaços e fiscalização.

 

Manutenção no interior

A vereadora Denise Pessôa/PT disse que recebeu retorno da prefeitura em relação a um pedido de informações aprovado pela Casa a respeito de melhorias no interior. O requerimento foi motivado por uma propaganda do município que divulgou a execução, em 2017, de 8 mil quilômetros de manutenção nas estradas da zona rural. De acordo com Denise, esse dado chama a atenção porque, segundo ela, a malha viária na zona rural de Caxias do Sul seria de apenas 3 mil quilômetros.

Conforme a parlamentar, a prefeitura enviou a relação de estradas que receberam cuidados e a quantificação do maquinário usado (15 patrolas fixas e duas de uso em extrema necessidade; quatro carretas; e 56 caminhões), porém, não apresentou com precisão a extensão dos serviços feitos. Para essa resposta, recomendou à vereadora uma consulta no programa GeoCaxias, no site da prefeitura. “O interior deve estar um tapete. Acho que todas as máquinas estão no interior. Estão gastando dinheiro com publicidade para mentir? Se é para gastar dinheiro e mentir, podemos acionar a Justiça para saber qual a base legal que usaram para essa manutenção e divulgação”, adiantou a petista.

Conhecedor da área rural, o parlamentar Alceu Thomé/PTB disse que tem pontos que ainda não receberam manutenção no último ano e citou localidades de São Brás e São José, na região norte da cidade. Para contribuir, o vereador Velocino Uez/PDT lembrou que, quando foi subprefeito de Galópolis, no governo anterior, havia uma planilha de serviço que era preenchida diariamente pelo capataz, informando todos os dados dos serviços de manutenção feitos, como patrolamento, colocação de brita, limpeza, entre outros.

 

Sinalização melhor

Já os parlamentares Arlindo Bandeira/PP e Neri, O Carteiro/SD destacaram positivamente a melhoria na sinalização providenciada pela Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade em uma via que liga o bairro Cruzeiro em direção ao São Luiz e demais localidades  do lado Leste de Caxias. “Essa medida vem a somar e ajudar a comunidade”, afirmou Neri.

Bandeira também trouxe uma outra demanda e espera que a prefeitura a realize: é a abertura de uma passagem lateral na estrada que leva a São Brás, para que os veículos possam fazer a ultrapassagem com mais fluência, principalmente neste período de safra de hortifrutigranjeiros.  

07/02/2018 - 16:38
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Vania Espeiorin - MTE 9.861

Ir para o topo