Voltar para a tela anterior.

Vereadores aprovam moção de repúdio à lei dos faróis acesos durante o dia


O texto é de autoria coletiva e será remetido a órgãos ligados ao trânsito e ao Congresso Nacional


Os parlamentares de Caxias do Sul aprovaram, por maioria (8x4), na sessão representativa desta terça-feira (23/01), uma moção de repúdio à lei que obriga motoristas a dirigirem com faróis de veículos ligados mesmo durante o dia. O texto é de autoria coletiva e será encaminhado ao Congresso Nacional e a órgãos ligados ao trânsito. Assinam a moção 1/2018: Adiló Didomenico/PTB, Alceu Thomé/PTB, Arlindo Bandeira/PP, Edi Carlos Pereira de Souza/PSB, Edio Elói Frizzo/PSB, Flavio Cassina/PTB, Ricardo Daneluz/PDT e Velocino Uez/PDT.

No documento, os autores explicam que a lei 13.290/2016, em vigor no país desde julho de 2016, foi idealizada pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) com o propósito de reduzir acidentes nas rodovias em razão de maior visibilidade dos automóveis. Entretanto, os vereadores explicam que, desde que a lei começou a ser aplicada, não houve diminuição no número de acidentes. “Pode-se mencionar que não possui a eficiência pretendida inicialmente e pouco auxilia na notabilidade dos veículos”, avaliam os parlamentares que subscrevem a moção.

Os vereadores também apresentam números divulgados pela imprensa local, apontando aumento de vítimas no trânsito, principalmente na ERS-122, RSC-453 e BR-116, nos trechos caxienses, e questionam a quantidade de multas pelo descumprimento da Lei dos Faróis.

Um dos autores da moção, o petebista Adiló Didomenico/PTB diz que a lei federal 13.290/2016 veio para desviar o verdadeiro foco, que seria a melhoria na infraestrutura das estradas do país. “Em países nórdicos (como Noruega, Suécia, Finlândia, Dinamarca e Islândia, em que a temperatura é mais baixa), perfeito (existir uma lei dessas), mas somos um país tropical. Não tem motivo para o farol do carro permanecer ligado sob sol a pino. Está na hora de manifestar indignação com essa lei que somente tem o objetivo de arrecadar”, reclama Didomenico, defendendo uma prática mais pedagógica e instrutiva.

Na mesma linha de as multas terem um foco educativo, se manifestou o parlamentar Paulo Périco/PMDB. No entanto, o peemedebista é defensor do uso dos faróis acesos nos carros que transitam durante o dia. Na sua opinião, acostumar com essa utilização seria uma questão cultural, além de gerar mais segurança.

   Ele conta que, quando foi para a Alemanha, na década de 1990, por lá o uso dos faróis ligados faz parte do cotidiano dos condutores. Ao retornar para o Brasil, adotou a prática, que acabou sendo vista com estranhamento pelos motoristas locais. Périco ainda citou dados divulgados pela Revista Quatro Rodas, apontando os benefícios das luzes acesas. “A pesquisa mostra que, em veículos com faróis desligados, a visibilidade do motorista é de apenas 200 metros. E, com os faróis ligados, chega a três quilômetros”, relata.

 

DELIBERAÇÃO SOBRE A MOÇÃO Nº 1/2018

Vereador – Partido - Voto

ADILÓ DIDOMENICO PTB Não Votou

ALBERTO MENEGUZZI PSB Presente

ALCEU THOMÉ PTB Sim

ARLINDO BANDEIRA PP Sim

CLAIR DE LIMA GIRARDI PSD Não

DENISE DA SILVA PESSÔA PT Ausente

EDI CARLOS PEREIRA DE SOUZA PSB Não Votou

EDIO ELÓI FRIZZO PSB Sim

EDSON DA ROSA PMDB Ausente

FELIPE GREMELMAIER PMDB Ausente

FLÁVIO GUIDO CASSINA PTB Ausente

FRANCISCO ANTÔNIO GUERRA PRB Ausente

GLADIS FRIZZO PMDB Sim

GUSTAVO LUIS TOIGO PDT Ausente

NERI ANDRADE PEREIRA JUNIOR SD Sim

PAULA IORIS PSDB Não

PAULO FERNANDO PERICO PMDB Não

RAFAEL BUENO PDT Não Votou

RENATO DE OLIVEIRA NUNES PR Não

RENATO JOSÉ FERREIRA DE OLIVEIRA PCdoB Sim

RICARDO DANELUZ PDT Sim

RODRIGO MOREIRA BELTRÃO PT Sim

VELOCINO JOÃO UEZ PDT Não Votou

23/01/2018 - 13:14
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Vania Espeiorin - MTE 9.861

Ir para o topo