Voltar para a tela anterior.

Vereador Elói Frizzo considera o ano de 2017 perdido em termos de gestão municipal


O parlamentar informou que está fazendo um balanço das ações das secretarias referente aos últimos 12 meses


O ano de 2017, em termos de gestão municipal, pode ser considerado perdido, avaliou o vereador Edio Elói Frizzo/PSB, durante a plenária do Legislativo caxiense desta quarta-feira (06/12). Para confirmar essa análise prévia, o parlamentar informou que prepara um balanço das ações das secretarias nos últimos 12 meses e apresentará à comunidade. “A gente não vê priorizarem coisa alguma”, lamentou.

Uma das unidades que mais preocupam o parlamentar socialista é a Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca), responsável pela coleta e destinação final dos resíduos domiciliares da cidade. “É uma empresa que tem a prefeitura como maior acionista e que cumpre um papel estratégico, mas que, pelos dados divulgados pelo vereador Adiló (Didomenico, do PTB), fechará 2017 com um prejuízo de mais de R$ 10 milhões. E é um prejuízo dirigido, que poderia ser evitado, porque a atual gestão assumiu com recursos em caixa”, afirmou Frizzo.

O vereador também criticou a falta de investimentos e parcerias na decoração da Praça Dante Alighieri. Na opinião do parlamentar, não ter recursos para fazer um pinheirinho de Natal mais bonito é um acinte. Frizzo se impressionou com o fato de o prefeito Daniel Guerra/PRB não buscar parcerias para tornar o Natal caxiense mais atrativo.

De acordo com o parlamentar, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) sempre foi parceira de eventos e da decoração natalina, por serem iniciativas que aumentam a autoestima das pessoas e movimentam o comércio. “O que vemos é uma cidade largada aos trancos e barrancos.  Estamos providenciando um balanço para mostrar que 2017 foi um ano perdido, que ficará marcado como ano do desgoverno, da incompetência e da falta de diálogo daquele que sempre se disse gestor (referindo-se ao prefeito Daniel Guerra/PRB)”, informou o socialista.

Por conta de tal realidade, o parlamentar verifica que a Câmara Municipal tem sido, cada vez mais, um ambiente integrado às demandas da comunidade, especialmente por receber e abrir espaço para representantes de diferentes segmentos se manifestarem.

06/12/2017 - 12:03
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Vania Espeiorin - MTE 9.861

Ir para o topo