Voltar para a tela anterior.

Legislativo entrega Prêmio Dr. Virvi Ramos


Hemocentro Regional, a obstetra Dilma Tessari e o clínico geral Gilney Piccioni Correa receberam a homenagem


Uma instituição e dois profissionais da área de saúde receberam do Legislativo na noite de quarta-feira (22/11) o Prêmio Dr. Virvi Ramos. Os agraciados foram os médicos Gilney Piccioni Correa e Dilma Tonoli Tessari, e o Hemocentro Regional de Caxias do Sul (Hemocs).

Os nomes foram indicados pela Comissão de Saúde e Meio Ambiente, presidida pelo vereador Renato Oliveira/PCdoB, em cumprimento ao Decreto Legislativo 252/A, de 2 de dezembro de 2009, e aprovados por unanimidade pelo parlamento na sessão ordinária de 17 de outubro de 2017.

Em seu discurso, o parlamentar contou a história dos homenageados. O Hemocentro Regional de Caxias do Sul (Hemocs) é uma instituição pública pertencente à Hemorrede Nacional, administrada pela prefeitura. Fundado em 13 de dezembro de 1997, completará no próximo mês 20 anos. Tem o compromisso de descentralizar e desenvolver a política pública do sangue na Região Nordeste do Rio Grande do Sul.

O Hemocs é responsável pela captação de doadores, coleta, processamento, testagem e distribuição do sangue doado. Sua principal prioridade é a qualidade e a manutenção dos estoques de sangue, visando atender 100% dos leitos do SUS na abrangência da 5ª Coordenadoria Regional de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul. O Hemocentro recebe uma média de  mil doações por mês e destina hemocomponentes a 16 hospitais da região.

Também homenageada, a médica obstetra e ginecologista Dilma Tonoli Tessari tem trajetória na vida pública e privada, e acadêmica na área da saúde. Iniciou o primeiro ambulatório de Prevenção de Câncer Ginecológico da cidade, atuou na 5ª Coordenadoria Regional de Saúde e foi secretária municipal da Saúde nos quatro anos do governo Alceu Barbosa Velho, ex-prefeito que prestigiou a sessão de homenagem.

Dilma realizou inúmeros partos, mantém-se na profissão e é  diretora superintendente da Unimed Nordeste RS. Nasceu em Cazuza Ferreira, distrito de São Francisco de Paula, em 15 de junho de 1946,  de onde saiu aos 11 anos de idade. Está em Caxias do Sul desde 1974.

O outro médico agraciado foi o clínico geral e pediatra Gilney Piccioni Correa, 63 anos, também com trajetória na saúde pública e privada, além de instituições. Destaca-se pelo trabalho médico ambulatorial no Centro Comunitário do Bairro Cânyon.

Gilney tem grande contribuição no serviço médico da Estratégia de Saúde da Família, com visitas domiciliares para sequelados, idosos, diabéticos e hipertensos. O médico atua na região do Cânyon, atendendo cerca de 1 mil famílias. Trabalhou ainda no Sindicato dos Rodoviários, no Sindisaúde e na Unidade Básica de Saúde do Vila Ipê.

Os homenageados receberam diploma das mãos do 1º vice-presidente da Câmara Municipal, Alberto Meneguzzi/PSB, que presidiu a sessão. Além de Alberto e Renato Oliveira, acompanharam o ato os parlamentares Paula Ioris/PSDB, 1ª secretária da Mesa Diretora, Alceu Thomé/PTB, Gladis Frizzo/PMDB, Gustavo Toigo/PDT, Rafael Bueno/PDT e Velocino Uez/PDT. Pelo Hemocentro, quem recebeu o diploma foi a diretora geral, Carolina Karam Brum.

Da tribuna, Dilma destacou a felicidade por receber um prêmio cujo nome é Virvi Ramos, médico que foi seu colega de trabalho a quem classificou como destemido, visionário e um ser humano capaz de ouvir as pessoas para atender suas necessidades, inclusive, gratuitamente. A médica agracedeceu todas as equipes de trabalho que com ela atuaram, principalmente na Secretaria da Saúde.

Gilney Piccioni Correa dedicou o prêmio aos colegas médicos que atuam no serviço público. Ressaltou que, apesar das pressões sofridas por parte da administração pública, exercem seu trabalho    com dedicação e profissionalismo colocando a saúde da população acima de tudo. Também agradeceu a comunidades e a lideranças de bairros nos quais ele atuou e atua.

Representante do Hemocs, Carolina Karam Brum destacou o merecimento do Hemocentro ser reconhecido pela excelência nos serviços prestados à população.

O Poder Executivo foi representado pelo secretário de Governo, Luís Eduardo da Silva Caetano. O Prêmio Virvi Ramos tem esse nome em referência a esse médico caxiense, que teve grande contribuição na área da saúde, como a construção do Hospital Fátima. Virvi Ramos completaria 100 anos de vida em 2017. Familiares do médico prestigiaram a sessão, na qual foi mostrado um vídeo sobre Virvi Ramos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

23/11/2017 - 11:59
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Clever Moreira - 8697

Ir para o topo