Voltar para a tela anterior.

Câmara valoriza a Brigada Militar pelos 180 anos de trabalho


Em nome da corporação, o comandante Ribas recebeu a homenagem prestada durante a sessão ordinária desta quarta-feira (08/11)


O Parlamento caxiense agradeceu e valorizou, durante a sessão ordinária desta quarta-feira (08/11), o trabalho desenvolvido pela Brigada Militar (BM) em território gaúcho há 180 anos. Em nome da corporação, o major Jorge Emerson Ribas, comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar (BPM), recebeu a homenagem, cuja cerimônia foi conduzida pelo presidente da Câmara, Felipe Gremelmaier/PMDB.

Pelo Legislativo, se manifestou o parlamentar Edio Elói Frizzo/PSB, que fez um rápido histórico da Brigada Militar, pontuando alguns momentos da trajetória da instituição que entrou em funcionamento em 18 de novembro de 1837. Segundo Frizzo, antes de 1967, a BM exercia um papel de ajuda aos governos, numa linha de ação mais política. Depois desse período, passou a uma atuação de polícia ostensiva.

Pontualmente sobre o trabalho da BM em Caxias, Frizzo teceu elogios, destacando principalmente o policiamento comunitário viabilizado por meio de convênio, o qual o vereador espera que a prefeitura renove neste ano. “Aqui, sem dúvidas, a Brigada Militar é a força da comunidade”, enfatizou Frizzo, numa referência ao lema da corporação.

No comando do 12º BPM, major Ribas disse ser uma honra para a BM e para os 400 policiais militares lotados em Caxias atualmente o recebimento da distinção da Câmara. Informou que a placa recebida será colocada em local especial, acompanhada da relação completa dos vereadores. O comandante agradeceu a cada parlamentar, citando-os pelo nome.

De acordo com Ribas, a Brigada Militar faz questão de renovar o compromisso e a responsabilidade que tem com a população da cidade. Disse que, simbolicamente, todos os dias, a bandeira do município é hasteada na sede do 12º BPM. Lembrou ainda que a corporação nasceu na época do império, atuando desde antes da chegada dos imigrantes que contribuíram para o desenvolvimento da região. Ressaltou que está a caminho a renovação do convênio com o município para continuidade do Policiamento Comunitário.

Quanto à situação da segurança e da insegurança no município hoje, ressaltou que, nesta semana, a violência está muito intensa, com o registro lamentável de assassinatos. A questão do tráfico de drogas e de armas, ao lado de presídios lotados e da falta de uma ressocialização adequada de presos, tem acirrado o cenário, avalia o comandante. Ao mesmo tempo, Ribas informa que “a BM está empenhada em ações para coibir e, sobretudo, prevenir e combater essa violência”.

Em nome do prefeito Daniel Guerra/PRB, o chefe de gabinete da prefeitura, Júlio César Freitas da Rosa, saudou os integrantes da Brigada Militar, parabenizando pelo esforço em gerar mais proteção aos caxienses. Considerou relevante a atuação integrada das forças de segurança da cidade e informou que, em breve, deverá ser assinado o convênio do município e o Estado para o Policiamento Comunitário num novo formato. “As portas (da prefeitura) estarão sempre abertas para trabalharmos juntos em prol da população de Caxias”, assegurou Freitas.

Ao finalizar a cerimônia, o presidente da Câmara, parlamentar Felipe Gremelmaier, também fez questão de expressar gratidão pelo serviço que a BM presta na cidade e no Rio Grande do Sul.

O requerimento que deu origem à homenagem da Câmara à BM passou por aprovação em plenário e foi assinado pelos vereadores Adiló Didomenico/PTB, Arlindo Bandeira/PP, Chico Guerra/PRB, Kiko Girardi/PSD, Edi Carlos Pereira de Souza/PSB, Edio Elói Frizzo/PSB, Neri, O Carteiro/SD, Paula Ioris/PSDB, Paulo Périco/PMDB, Renato Nunes/PR, Renato Oliveira/PCdoB e Rodrigo Beltrão/PT.

 

UM POUCO DA HISTÓRIA DA BM

A Brigada Militar existe no Rio Grande do Sul desde 18 de novembro de 1837 (a data consta no Brasão oficial da entidade). É assim denominada (BM) desde outubro de 1892. Ao longo de sua existência, a instituição passou por uma série de transformações, decorrentes, por exemplo, da evolução socioeconômica do Rio Grande do Sul. Em 1934, passou a atuar no policiamento rodoviário e, no ano seguinte, passou a realizar atividades de policiamento, prevenção e combate ao fogo, além de busca e salvamento.

Em constante aperfeiçoamento, a corporação conta com unidades de policiamento ostensivo, rodoviário, ambiental, aéreo, operações especiais, atendimento a turistas, área de fronteira e Bombeiros.

Em Caxias do Sul, a Brigada Militar está presente desde 1974, com a instalação do 12° Batalhão de Polícia Militar (12° BPM), localizado no bairro Kayser. O atual comandante do 12º BPM é o major Jorge Emerson Ribas. Segundo ele, hoje, Caxias conta com 400 policiais militares.

08/11/2017 - 11:33
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Vania Espeiorin - MTE 9.861

Ir para o topo