Voltar para a tela anterior.

Pressão sobre comerciantes na Feira do Agricultor provoca reações


Vereador Alceu Thomé sugere troca da secretária da pasta por um produtor rural


A decisão da Secretaria da Agricultura de retomar as punições a feirantes que comercializam produtos agrícolas nos períodos de entressafra na Feira do Agricultor provocou indignação e protestos do vereador Alceu Thomé/PTB. Fazendo uso da palavra no espaço das declarações de líder na sessão ordinária desta terça-feira (10), Thomé discorreu sobre compromissos que resultaram da audiência pública promovida pela Comissão de Agricultura, em reação à onda de autuações aplicadas aos feirantes pela fiscalização da Secretaria. O evento reuniu mais de 700 pessoas e nele foi ajustada entre a secretária, os feirantes e as lideranças rurais, a criação de um Grupo de Trabalho para tratar do tema. O objetivo foi buscar um tempo para que os feirantes pudessem se adequar à legislação das agroindústrias, que também está sendo reavaliada.

O vereador denunciou que, rompendo o que fora combinado, a secretaria da Agricultura começou a punir parte dos feirantes, aquela que historicamente comercializa produtos da entressafra, como abacaxi, tomate, banana e outros, na época em que faltam estes produtos. Para ele é um novo passo no sentido de acabar com a Feira do Agricultor, meta que todos entenderam na audiência pública, que este era o jogo.

Thomé classificou como um engodo a montagem e atuação do grupo de trabalho constituído para encontrar soluções para o problema, concluindo que a secretária, insensível, radical e teimosa, mostrou que não entendeu nada do que foi combinado. E sugeriu que, diante da ausência de qualquer política que tenha impacto positivo na agricultura, o Executivo a substitua por alguém do meio, que conheça a realidade que cerca os produtores rurais.

A defesa de Thomé foi apoiada em aparte pelo vereador Adiló Didomenico/PTB, para quem está comprovado que a secretária da Agricultura, Camila Serena Sandi, faltou com a palavra empenhada na audiência pública, pois assumiu compromisso de aguardar o desfecho da modificação da lei estadual enquanto o grupo de trabalho discutia o assunto.

O vereador Ricardo Daneluz/PDT relatou ter participado de reunião do Grupo de Trabalho que trata da Feira. Por consenso ficou decidido que nada seria mudado quanto à participação dos produtores rurais no fornecimento à população. Acrescentou que a Emater visita às propriedades do interior com o objetivo de produzir relatório para subsidiar possibilidade de mudança na legislação em estudo na Assembleia Legislativa.

O líder do PMDB, vereador Paulo Périco, aproveitou o aparte para informar que diante da proibição estabelecida em Caxias, feirantes estão buscando ovos e frangos de colônia no município de Santa Maria.

10/10/2017 - 10:32
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Paulo Cancian - MTE 3.507

Ir para o topo