Voltar para a tela anterior.

Legislativo vota pedido de informações ao prefeito


Requerimento de autoria coletiva faz questionamentos a partir de documento com denúncias


A Câmara Municipal vota nesta terça-feira (12/9) o requerimento, de autoria coletiva, que solicita ao prefeito Daniel Guerra/PRB informações a partir das denúncias de supostas infrações político-administrativas contra ele feitas pelo bacharel em Direito João Manganelli Neto.

Os parlamentares pretendem esclarecer os questionamentos feitos no Documento Externo nº 358/2017, protocolado por João Manganelli Neto, no Legislativo. O documento pedia o impeachment do prefeito, mas teve sua admissibilidade rejeitada em plenário, o que impediu abertura de processo. Porém, os vereadores decidiram exigir explicações ao Executivo.

Também na sessão desta terça-feira, a Câmara vota o requerimento 138/2017, do vereador Rafael Bueno/PDT. Ele solicita informações ao Executivo sobre a Junta Comercial supostamente ter se negado a receber pedidos de abertura de empresas de qualquer natureza jurídica no dia 30 de agosto. O motivo seria a falta de adesivos usados para protocolar com número os processos.

Um terceiro requerimento em votação é o 139/2017, de autoria da vereadora Gladis Frizzo/PMDB, que pede informações ao Poder Executivo Municipal a respeito de atendimento psicológico disponibilizado aos servidores.

Consta também na pauta a votação do projeto de lei 101/2017, de autoria do vereador Paulo Perico/PMDB, que denomina via pública municipal do Loteamento Villa Aurora, Bairro Desvio Rizzo, com o nome de Rua Guamar José Cagliari.

Em primeira discussão estará o projeto de lei 109/2017, de autoria do Poder Executivo, que dispõe sobre as diretrizes orçamentárias para o exercício financeiro de 2018.

11/09/2017 - 17:09
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Clever Moreira - 8697

Ir para o topo