Voltar para a tela anterior.

Padre Paulo Venturin é Cidadão Caxiense


Natural de Antônio Prado, o religioso recebeu homenagem da Câmara Municipal por iniciativa de Velocino Uez/PDT


 Em uma sessão solene que lotou o plenário da Câmara Municipal, o padre Paulo Venturin recebeu o título de Cidadão Caxiense na noite desta quinta-feira (31/8). A honraria ao religioso, que nasceu em Antônio Prado, foi iniciativa do vereador Velocino Uez/PDT e teve aprovação unânime do Legislativo em 8 de agosto.

A cerimônia reuniu familiares, amigos e colegas do padre, além de pessoas de diversas comunidades ligadas à sua vida. Entre os presentes estavam o bispo diocesano Dom Alessandro Ruffinoni, o bispo emérito Dom Paulo Moretto, a rainha de Galópolis, Sabrina Matté, e as princesas Jessica Sebben e Letícia Formolo.

Em seu discurso, Velocino Uez contou a trajetória de Paulo Venturin, desde a infância em sua terra natal, o ingresso no seminário e seu trabalho em São Marcos, Criúva, Jaquirana, Desvio Rizzo, Farroupilha e Caxias do Sul. Desde 2012, ele coordena a Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Pompéia, na Região Administrativa de Galópolis.

O vereador ressaltou que o padre Paulo sempre foi um entusiasta na vida sacerdotal, reconhecido por ter um carinho especial pelas famílias e repassar suas experiências nas escolas, empresas, capelas, residências e outros setores da vida pública e eclesial.

“Muitos foram os feitos do nosso homenageado. A liderança, as conquistas, as dificuldades e a superação. Mas o que merece destaque é a sua personalidade, a ética, a verdade e o respeito pelo ser humano”, declarou Velocino.

Das mãos do 1º vice-presidente do Legislativo, Alberto Meneguzzi/PSB, que presidiu a sessão, o padre recebeu o certificado de Cidadão Caxiense. Também foi homenageado com uma placa de agradecimento das comunidades da paróquia em que trabalha. Elas fizeram um vídeo, apresentado no plenário, com depoimentos  carinhosos e imagens da trajetória do religioso. Salientaram suas qualidades como religioso, amigo, pai, irmão e conselheiro.

Da tribuna, Paulo Venturin recordou da vida difícil dos pais, José e Domingas Raquel Renosto Venturin, na criação de 12 filhos. Com emoção, disse que o pai não tinha condições financeiras de ajudá-lo nos estudos, mas vendeu um boi para que ele pudesse vir para Caxias do Sul e pagar suas primeiras despesas.

Em seu pronunciamento, o sacerdote contou que Dom Paulo Moretto foi seu grande incentivador e o convidou para ingressar no seminário. Agradeceu Velocino Uez, às comunidades, à família, aos amigos e aos colegas de Igreja. Pediu que as pessoas tenham fé e cultivem a religiosidade. Deixou uma mensagem:

“Domingo é o dia do Senhor e é o dia de nossas famílias. Temos que dedicá-lo a agradecer a Deus. Coloquem sempre Jesus Cristo nas suas vidas.”

Em nome do Poder Executivo, a presidente da Fundação de Assistência Social (FAS), Rosana Santini Menegotto, destacou o lado humanitário de padre Paulo e seu exemplo de trabalho levando amor às pessoas.

“A gente precisa de muitos padres Paulo por aí”, finalizou.

O bispo Dom Alessandro Ruffinoni falou sobre o homenageado, comentando que nas visitas pela cidade percebe o quanto Paulo Venturin é amado e reconhecido pelo trabalho comunitário. Lembrando que estamos no começo da Semana da Pátria, o bispo abençoou o público e a Câmara de Vereadores, pedindo que os políticos sejam mais unidos em busca do crescimento de Caxias do Sul.    

A cerimônia foi presidida por Alberto Meneguzzi, acompanhado da 1ª secretária da Mesa Diretora, Paula Ioris/PSDB. Também estiveram presentes os vereadores Édio Elói Frizzo/PSB, Adiló Didomenico/PTB, Renato Oliveira/PCdoB, Alceu Thomé/PTB, Ana Corso/PT, Edson da Rosa/PMDB, Rafael Bueno/PDT, Gustavo Toigo/PDT e Neri O Carteiro/SD, ex-vereadores e representantes de políticos.   

 

31/08/2017 - 21:30
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Clever Moreira - 8697

Ir para o topo