Voltar para a tela anterior.

Lideranças de Caxias buscam apoio de Nova Petrópolis para situação emergencial do sistema carcerário na Serra


Presidente da Comissão Temporária Especial para o Enfrentamento da Violência da Câmara, Paula Ioris, e presidente do Conselho da Comunidade, Jean Carbonera, pedem ajuda financeira do município vizinho para reforma na Penitenciária Regional de Apanhador co


O presidente do Conselho da Comunidade, Jean Carbonera, e a vereadora Paula Ioris/PSDB, presidente da Comissão Temporária Especial para o Enfrentamento da Violência da Câmara Municipal de Caxias do Sul estiveram reunidos com o juiz da Comarca de Nova Petrópolis, Franklin de Oliveira Netto, o presidente da Associação Comercial e Industrial de Nova Petrópolis – ACINP, José Paulo Boelter, o presidente do Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública de Nova Petrópolis (CONSEPRO), Marcos David Michaelsen, o presidente da Câmara do município, Jerônimo Stahl Pinto/PDT, e a vereadora Kátia Zummach/PSDB. O encontro ocorreu na manhã desta segunda-feira, no Fórum de Nova Petrópolis.

A visita dirigida ao juiz Netto, responsável pela Execução Penal de Nova Petrópolis, foi organizada pelo grupo de trabalho composto pelo Conselho da Comunidade, pela Câmara de Vereadores – por meio das Comissões Enfrentamento da Violência e Direitos Humanos, Cidadania e Segurança – e pela Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul.

Carbonera e Paula trouxeram informações sobre a grave realidade do sistema carcerário de Caxias do Sul e seus efeitos na região, com a interdição das duas casas prisionais na cidade, Instituto Penal de Caxias do Sul e Presídio Regional de Caxias do Sul, e da eminência de interdição da Penitenciária Estadual de Caxias do Sul (Percs), no Apanhador. A cidade corre o risco de repetir o colapso do sistema prisional visto na Região Metropolitana e pode ter que abrigar presos em delegacias, algo inédito na história recente da Serra.

Eles solicitaram verbas do Judiciário e apoio das lideranças empresariais e políticas da região para reforma na Penitenciária Regional de Apanhador com o objetivo de oportunizar estudo e trabalho aos apenados do sistema carcerário. 

A iniciativa é uma contrapartida em decorrência da não interdição da penitenciária comprindo acordo com a juíza Milene Fróes Rodrigues Dal Bó, titular da Vara Criminal de Caxias do Sul, que aumentou de forma condicionada o percentual de superlotação da casa prisional mediante melhorias estruturais, durante vistoria aos presídios de Caxias do Sul no dia 28 de julho.

A vereadora Paula Ioris aproveitou a oportunidade para contar sobre reunião recente da Comissão com o secretário estadual de Segurança Pública do RS, Cezar Schirmer, que levou ao Estado a intenção de Caxias de iniciar a elaboração de projeto de um novo presídio na cidade com uma parceria público-privada de permuta de construção por terreno com a iniciativa privada, a exemplo de Bento Gonçalves.

Embora a realidade do crime em Nova Petrópolis seja completamento diferente de Caxias do Sul, as lideranças se solidarizaram com a causa entendendo a importância da ressocialização, que no entendimento de todos é possível com oportunidades de estudo e trabalho aos presos. “Quanto melhor estiver o sistema prisional, melhor para todos nós enquanto sociedade e região. Somos receptivos e parceiros a iniciativas para essa finalidade”, destacou o juiz.

04/08/2017 - 15:23
Gabinete da Vereadora Paula Ioris/PSDB
Câmara Municipal de Caxias do Sul

As matérias publicadas neste espaço são de total responsabilidade dos gabinetes dos vereadores.

Ir para o topo