Meneguzzi reflete sobre segurança pública e Censo Agropecuário Municipal


Vereador irá protocolar projeto de Lei para a criação do mapeamento das propriedades rurais nesta semana


O vereador Alberto Meneguzzi/PSB ocupou a tribuna da Câmara Municipal de Caxias do Sul, na manhã desta terça-feira (14/03), para falar sobre dois assuntos: segurança pública no município e a criação do Censo Agropecuário Municipal. O parlamentar fez uma reflexão sobre a presença do secretário de Segurança do Rio Grande do Sul, Cézar Schirmer, em Caxias do Sul.

Meneguzzi está otimista com relação a algumas medidas propostas pelo Governo do Estado, entre elas, a atuação do Exército como cooperador no enfrenamento da violência, no município. “Ainda em janeiro, visitei o 3º GAAAe e conversei com o tenente-coronel Faccin, que me garantiu que estão preparados para atuar em Caxias, desde o ano passado. Mas só agora, em março, o secretário de fato, falou em fazer um pedido formal para o Comando Militar do Sul”, comentou.

O parlamentar também falou sobre a ineficiência do Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro), por onde passam todos os pedidos e demandas das forças policiais de Caxias do Sul e que não se reúne desde 2012. “Não dá mais para ficar assim. O Consepro, de acordo com as autoridades policiais, é uma caixa-preta. Ele tem que funcionar”, exclamou, lembrando que essa é uma reclamação das autoridades policiais caxienses.

A segunda parte do discurso de Meneguzzi foi voltada ao projeto de Lei que deverá protocolar nesta semana, para a criação do Censo Agropecuário Municipal. O mapeamento, que poderá ser realizado em parceria com instituições de ensino superior, escolas técnicas, sindicatos e cooperativas, visa dar precisão aos dados da produção caxiense, área plantada, bem como das propriedades que estão em processo de sucessão rural. “O último levantamento nesse estilo foi feito pelo ex-secretário Jaime Lovatel, ainda no governo Vanin. Faz mais de 20 anos e muita coisa mudou. O censo irá auxiliar nosso município na criação e participação de políticas públicas relacionadas ao setor primário, além de fazer um planejamento estratégico das propriedades que terão continuidade. Sugerimos que ele seja refeito a cada cinco anos, para não ficar desatualizado”, frisou.

O vereador também falou da inexpressividade do orçamento municipal destinado à Secretaria da Agricultura. “Comparando com o futebol, o orçamento dessa Secretaria está quase na zona de rebaixamento. De 20 pastas, ela ocupa o 16º lugar, com 0,68% do orçamento do Executivo, sendo que Caxias é o maior produtor de hortifrutigranjeiros do Rio Grande do Sul, algo inacreditável.

14/03/2017 - 12:10
Gabinete do Vereador Alberto Meneguzzi/PSB
Câmara Municipal de Caxias do Sul

As matérias publicadas neste espaço são de total responsabilidade dos gabinetes dos vereadores.

Ir para o topo