Voltar para a tela anterior.

Comunidade rural participa do Câmara Convida 2017


Agricultores fizeram reivindicações e conheceram Legislativo


A comunidade rural aproveitou a primeira edição do Câmara Convida de 2017 para conhecer as instalações do Legislativo e apresentar reivindicações do setor agrícola. A convite da Câmara Municipal, produtores e moradores do interior participaram da programação, que incluiu sessão ordinária, visita a setores do prédio e reunião da Comissão de Agricultura, Agroindústria, Pecuária e Cooperativismo (CAAPC).

O primeiro compromisso foi no plenário, às 8h30min, quando dezenas de agricultores assistiram à parte da sessão. Eles se deslocaram dos distritos de Fazenda Souza, Vila Oliva, Santa Lúcia do Piaí e dos bairros Forqueta, Desvio Rizzo, Ana Rech e Galópolis, entre outras localidades de Caxias do Sul. Também estavam presentes a secretária da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Camila Sandri, subprefeitos e representantes de entidades do segmento agrícola.

Ocupando o espaço Tribuna Livre, Rudimar Menegotto, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, agradeceu ao Legislativo por dedicar  o Câmara Convida ao meio agrícola e leu um documento com uma série de reivindicações do setor. Solicitou à Secretaria Municipal de Agricultura um censo agrícola, para que o município saiba o quê e quanto produz em suas terras, com o objetivo de facilitar a definição de políticas públicas.

O dirigente destacou a necessidade de aumentar a verba do orçamento municipal à agricultura, que hoje não chega a 2%; o fornecimento de máquinas pesadas para ampliar áreas de cultivo; desburocratização de licenças e alvarás para agroindústrias; maior incentivo ao turismo rural; ampliação dos horárias das unidades básicas de saúde do interior; investimento na feira do agricultor, políticas públicas para desenvolvimento da agricultura orgânica e revisão das áreas hoje consideradas urbanas, mas que ainda seriam rurais.

Ocupando espaço no grande expediente cedido pelo vereador Edson da Rosa/PMDB, o presidente da Comissão de Agricultura, vereador Ricardo Daneluz/PDT, anunciou uma apresentação no painel do plenário sobre o prédio da Câmara Municipal. No vídeo, José Bianchi, diretor administrativo-financeiro do Legislativo e funcionário da Casa há 35 anos, fala sobre as videiras que cobrem as paredes externas do prédio, projetado pelo arquiteto João Alberto Marchioro. Bianchi disse que as uvas têm uma função: proteger as salas dos raios solares.

“Como nasci no interior, em São Valentim, me sinto em casa com essas videiras. Acompanho elas desde o plantio, participo da poda e da colheita da uva, que é a tradicional isabel”, conta o servidor público no vídeo.

Na sequência do grande expediente, o vereador Ricardo Daneluz apresentou seus colegas integrantes da Comissão de Agricultura, Arlindo Bandeira/PP, Alceu Thomé/PTB, Edi Carlos Pereira de Souza/PSB e Neri O Carteiro/DS, citando também Velocino Uez/PDT como parlamentar que também trabalha pelo interior por vir do meio rural. No pronunciamento, Daneluz destacou a importância caxiense no setor agrícola e suas dificuldades.

“Caxias do Sul é pujante no agronegócio. Abastece 60% do Ceasa Serra. É o maior abastecedor do Ceasa Porto Alegre e, com 9 mil hectares e em torno de 4 mil produtores, abastece também outros grandes centros do país”, declarou o pedetista, informando que protocolou na Casa moção de apoio ao projeto do deputado Vinícius Ribeiro que reconhece Caxias como a Capital Estadual dos Hortifrutigranjeiros.

Além de citar problemas enfrentados pelos produtores rurais listados pelo presidente do Sindicato, Ricardo Daneluz lembrou da insegurança pública no interior, da necessidade de alargamento de estradas, da dificuldade em telefonia e do exagero nas fiscalizações sobre agricultores.

Em apartes, os vereadores Thomé, Elói Frizzo/PSB, Gladis Frizzo/PMDB e Adiló Didomenico/PTB ressaltaram a importância do segmento agrícola e pediram mais atenção do Poder Público aos produtores rurais e suas comunidades.

Encerrado o grande expediente de Ricardo Daneluz, os visitantes prosseguiram na programação do Câmara Convida. Guiados por servidores da Casa, conheceram setores do Legislativo, como o administrativo, a presidência, a galeria de fotos dos prefeitos e presidentes da Câmara, e a taquigrafia.

“Achei ótima essa oportunidade de conhecer a Câmara. Caxias do Sul tem de se honrar de ter um prédio como esse, onde o povo pode vir debater assuntos”, comentou a agricultora Rita Maria Lorandi de Lemos, que cultiva hortaliças na 8ª Légua.

O último compromisso dos produtores rurais no Câmara Convida foi participar da reunião da Comissão de Agricultura, na Sala das Comissões Geni Peteffi. E reunião se iniciou com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais,  Rudimar Menegotto, entregando um documento com reivindicações ao presidente da CAAPC, Ricardo Daneluz. Além das solicitações apresentadas no plenário, Menegotto pediu atenção à conquista de uma área própria junto à Fepagro, em Fazenda Souza, para instalação da Escola Família Agrícola. Atualmente, a instituição funciona em local alugado.

Integraram a mesa reunião Daneluz, Thomé, Uez, Bandeira e Neri, além de Menegotto. Foram tratados temas como previdência, insegurança, permanência de jovens no campo e dificuldade no abastecimento de água no interior. Os parlamentares se colocaram à disposição dos produtores rurais para atender todas as reivindicações da área.

 

22/02/2017 - 14:43
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor(a) e Redator(a): Clever Moreira - 8697

Ir para o topo