Meneguzzi pede testagem de Covid-19 nos participantes de curso presencial da Guarda Municipal

Denúncias revelaram que um servidor estaria infectado durante o treinamento

O vereador Alberto Meneguzzi/PSB enviou um ofício ao líder de governo no Legislativo, vereador Velocino Uez/PDT, nesta quarta-feira (15/07), solicitando esclarecimentos do Executivo sobre a realização de um curso presencial, promovido pela Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social, durante toda a última semana.

O parlamentar recebeu informações que 21 servidores da Guarda Municipal participaram do treinamento. Além deles, o secretário Hernest Larrat dos Santos. O fato mais grave, conforme as mensagens recebidas pelo vereador, é de que um dos participantes do referido curso teria feito exame neste sábado (11/07) e testado POSITIVO para a Covid-19. Também há informações que já na quinta-feira (09) ele teria apresentado sintomas da doença, mas não foi afastado da turma.

Na sessão desta quinta-feira (16/07), Meneguzzi criticou a realização do treinamento e pediu a testagem de todos os participantes. “Foi uma determinação da Polícia Federal, disse a resposta que a Secretaria de Segurança me mandou. Eu tenho informação que não houve o devido cuidado, até de distanciamento. Por mais que a Secretaria explique, 20 servidores estão trabalhando em um testou positivo. Não teve nenhuma testagem nestes outros servidores. Tem que testar estes servidores. Não é só monitorar, é afastar, se for o caso, preservando a saúde deles, das famílias e dos demais guardas municipais”, afirmou.

16/07/2020 - 13:12
Gabinete do Vereador Alberto Meneguzzi/PSB
Câmara Municipal de Caxias do Sul

As matérias publicadas neste espaço são de total responsabilidade dos gabinetes dos vereadores.
Vereador Alberto Meneguzzi/PSB

Vereador Alberto Meneguzzi/PSB

Crédito: Gabriela Bento Alves