Serviços da RGE e mudança de sede motivam indagações no Parlamento

Um pedido de informações assinado pelo vereador Alberto Meneguzzi/PSB e dirigido à Rio Grande Energia foi aprovado na sessão representativa desta terça-feira (08/01)

O futuro do atendimento da Rio Grande Energia (RGE) em Caxias do Sul e região e a transferência da sede da concessionária para São Leopoldo/RS motivaram questionamentos dos vereadores na primeira sessão representativa de 2019, nesta terça-feira (08/01). Durante a plenária, também houve a aprovação do pedido de informações (requerimento 2/2019) assinado pelo parlamentar Alberto Meneguzzi/PSB e dirigido à empresa.

O socialista quer saber que estrutura será mantida em Caxias do Sul, mencionando número de funcionários, equipes terceirizadas e funções. Como se dará o funcionamento da concessionária na cidade diante da fusão entre RGE e RGE Sul, se haverá telefone exclusivo, site, aplicativo ou outras ferramentas de contato, e se o ponto de referência continuará na Rua Mário De Boni são outras indagações do parlamentar. Meneguzzi deseja ter conhecimento, ainda, sobre quem será a pessoa responsável pelo atendimento aos caxienses.

“A RGE não é obrigada a responder esse pedido de informações, mas estamos encaminhando porque me preocupam as respostas dadas pela empresa ao jornal e reclamações que recebo de alguns cidadãos. Uma pessoa do bairro Colina Sorriso me informou que, em junho do ano passado, ocorreram 85 quedas de energia em sua residência. Diante disso, em respeito ao usuário, esperamos uma resposta”, ressaltou Meneguzzi.

O parlamentar também lamentou a mudança da sede da RGE para São Leopoldo, a partir deste ano. Segundo estimativas citadas por Meneguzzi, essa transferência poderá gerar a Caxias do Sul uma perda de R$ 4 milhões em arrecadação, apenas em Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). A transferência segue o processo de unificação das empresas RGE e RGE Sul, ambas pertencentes ao Grupo CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz).

Os vereadores Adiló Didomenico/PTB, Edio Elói Frizzo/PSB, Edson da Rosa/MDB, Renato Oliveira/PCdoB e Velocino Uez/PDT também lamentaram que a sede da concessionária deixará de ser na cidade caxiense e cumprimentaram os gestores da concessionária por demonstrarem disposição em atender quando solicitados.

Uez aproveitou para questionar como se dará, daqui para frente, o atendimento nas regiões rurais. “Se já na cidade há queixas e problemas de abastecimento de luz, imagina como fica o interior. A RGE precisa dar respostas mais efetivas”, cobrou o pedetista.  

 

DELIBERAÇÃO SOBRE O REQUERIMENTO Nº 2/2019

Vereador – Partido - Voto

ADILÓ DIDOMENICO PTB Sim

ALBERTO MENEGUZZI PSB Sim

ALCEU THOMÉ PTB Ausente

ARLINDO BANDEIRA PP Sim

CLAIR DE LIMA GIRARDI PSD Sim

DENISE DA SILVA PESSÔA PT Sim

EDI CARLOS PEREIRA DE SOUZA PSB Ausente

EDIO ELÓI FRIZZO PSB Ausente

EDSON DA ROSA MDB Sim

FELIPE GREMELMAIER MDB Ausente

FLÁVIO GUIDO CASSINA PTB Presente

FRANCISCO ANTÔNIO GUERRA PRB Ausente

GLADIS FRIZZO MDB Sim

GUSTAVO LUIS TOIGO PDT Ausente

NERI ANDRADE PEREIRA JUNIOR SD Sim

PAULA IORIS PSDB Sim

PAULO FERNANDO PERICO MDB Ausente

RAFAEL BUENO PDT Ausente

RENATO DE OLIVEIRA NUNES PR Sim

RENATO JOSÉ FERREIRA DE OLIVEIRA PCdoB Sim

RICARDO DANELUZ PDT Sim

RODRIGO MOREIRA BELTRÃO PT Ausente

VELOCINO JOÃO UEZ PDT Sim

 

08/01/2019 - 18:20
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor: Vania Espeiorin - MTE 9.861
Redator: Vania Espeiorin - MTE 9.861
Vereador Alberto Meneguzzi/PSB

Vereador Alberto Meneguzzi/PSB

Crédito: Gustavo Tamagno Martins