Flavio Cassina pede aproveitamento de lei promulgada para consertos no passeio público

O vereador também acredita que 36 servidores readmitidos da Codeca poderiam auxiliar no trânsito

Sugestões para consertos, no passeio público e no trânsito, foram apresentadas pelo vereador Flavio Cassina/PTB, na sessão ordinária desta quarta-feira (11/07). A primeira delas é para que o prefeito Daniel Guerra desista de uma ação direta de inconstitucionalidade (ADIN) contra a lei complementar 530/2017, promulgada pelo então vereador-presidente Felipe Gremelmaier, a partir de projeto de autoria de Cassina. O vereador explicou que se trata de permitir o cumprimento da sua proposta. Ela possibilita que, quando o proprietário do local não mantiver as condições de trafegabilidade da calçada, o município assumirá os reparos e, depois, cobrará o reembolso pela mão de obra.

Outra proposta de Cassina é para o aproveitamento dos 36 servidores readmitidos pela Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca), depois do fim de convênio com o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae). “Está muito ruim o estado de conservação de calçadas, do trânsito e da poda de árvores. A utilização desses funcionários poderia ajudar”, ponderou.

Em seguida, o vereador Adiló Didomenico/PTB apoiou iniciativa da Prefeitura, de desobstrução do passeio público, a partir da retirada de vendedores ambulantes. “Por trás deles, há um grande atacadista que fornece mercadorias sem a devida autorização legal”, sustentou. O vereador Kiko Girardi/PSD apontou pedras soltas, na Praça das Feiras. O vereador Rafael Bueno/PDT enfatizou que, na Rua Dr. Montaury, persiste trecho de meia quadra com asfalto inacabado.

11/07/2018 - 15:53
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor: Fábio Rausch - MTE 13.707
Redator: Fábio Rausch - MTE 13.707
Vereador Flavio Cassina

Vereador Flavio Cassina

Crédito: Matheus Teodoro