Gustavo Toigo destaca a recuperação da economia caxiense

Desempenho do município cresceu 5,6% em 2017, impulsionado pela indústria

O vereador Gustavo Toigo/PDT destacou, durante a sessão ordinária desta quinta-feira (12/04), que a economia de Caxias do Sul se recuperou e fechou o ano de 2017 com crescimento de 5,6%. Outros cenários e dados relacionados ao tema também foram expostos pelo pedetista.

Toigo mencionou que, entre 2014 e 2016, anos marcados pela crise nacional, o município registrou perdas de 33% na área econômica. Citou que, no auge da instabilidade, as indústrias metalmecânica e de material elétrico perderam, aproximadamente, 50% de sua receita, demitindo centenas de funcionários. Lamentou a falência da Guerra S/A, decretada pela Justiça, em novembro do ano passado. Ponderou, no entanto, que o polo metalmecânico foi o responsável pela retomada da economia do município.

O parlamentar exaltou o aumento das atividades, nas fábricas da Marcopolo e da Randon. O impulso deu-se pelo fechamento de diversos contratos com diferentes setores. Ambas as indústrias voltaram a admitir funcionários, priorizando aqueles que foram demitidos devido ao corte de gastos, nos últimos anos, em ação elogiada por Toigo.

Referente a 2018, o pedetista afirmou que Caxias do Sul foi a segunda cidade que mais gerou empregos formais no Rio Grande do Sul e a oitava no Brasil. O município criou 3.300 postos de trabalho com carteira assinada, sendo 2.100 apenas nas fábricas. Nesse sentido, o vereador relembrou que, há cinco anos, o cenário era outro: 21 mil vagas foram fechadas nas indústrias da cidade, segundo o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul (Simecs).

12/04/2018 - 16:09
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor: Fábio Rausch - MTE 13.707
Redator: Matheus Teodoro
Vereador Gustavo Toigo

Vereador Gustavo Toigo

Crédito: Franciele Masochi Lorenzett