Pedido de impeachment e obras marcam discussões no espaço das lideranças

Solicitaram a palavra em declaração de líder no Grande Expediente os parlamentares Alberto Meneguzzi e Arlindo Bandeira

O pedido de impeachment contra o prefeito Daniel Guerra/PRB e as melhorias no interior marcaram as discussões no espaço de líderes, na plenária do Legislativo caxiense desta terça-feira (13/03). Solicitaram a palavra em declaração de líder no Grande Expediente os parlamentares Alberto Meneguzzi/PSB e Arlindo Bandeira/PP.

Para ocupar a tribuna, o presidente Alberto Meneguzzi/PSB passou o comando dos trabalhos para o 1º vice-presidente da Casa, parlamentar Ricardo Daneluz/PDT. Em seu pronunciamento, o vereador socialista ressaltou que tem assistido a todas as oitivas da Comissão Processante da Câmara caxiense que apura as denúncias contra o chefe do Executivo. “Votei pela admissibilidade e agora quero acompanhar, ali presente, todos os depoimentos. É um momento histórico e sério, pois estamos falando da possibilidade de cassação do prefeito”, afirma Meneguzzi, informando que a Câmara tem seguido o rito processual de forma organizada e com estrutura adequada para fazer os registros e encaminhamentos necessários.

Diante da oitiva da secretária municipal da Saúde, Deysi Piovesan, Meneguzzi lançou algumas críticas. Conforme o parlamentar, a pasta tem ficado inerte diante das demandas da população por atendimento médico. “A secretária veio novamente com suas teses e conceito sobre saúde e isso me irrita. Fala o óbvio e não apresenta soluções. Não vejo uma ação concreta e olha que, no ano passado, encaminhei várias sugestões. A secretária disse que a gestão compartilhada do Postão 24 Horas não passou de intenção. Também afirmou que o Postão continua trabalhando, mas vejo que está muito pior, com menos médicos e estrutura”, reclamou Meneguzzi, que tem recebido denúncias de demora no atendimento.

O parlamentar demonstrou ainda preocupação com a possibilidade de o Hospital Geral fechar 30% dos leitos. De acordo com o socialista, a secretária Deysi disse que é preciso levantar o custo de cada leito para, depois, tomar alguma providência. “Enquanto a secretária vem aqui com suas teses furadas sobre o SUS (Sistema Único de Saúde), a saúde de Caxias do Sul padece”, lamenta o parlamentar, cobrando contatos da secretária em busca de recursos junto a órgãos estaduais e nacionais e ações urgentes da prefeitura para essa área.

Outro vereador a se manifestar no espaço de líderes, Arlindo Bandeira/PP discorreu sobre obras realizadas nas vias do interior por meio de parcerias entre municípios. Agradeceu pelo desassoreamento do Rio Caí, na região da ponte da Semapa, no limite entre Caxias do Sul e Nova Petrópolis, evitando que ela fique interditada principalmente em período de chuva, e destacou a necessidade de planejar uma travessia nova ou uma sistemática de manutenção permanente.

Bandeira informou que manteve contato com o secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente de Nova Petrópolis, Lucas da Costa de Lima, o qual acenou positivamente em relação à manutenção do trajeto em conjunto com o município caxiense. “A parceria entre os municípios, se ocorrer novamente, ajudará muito para se ter uma ponte nova, colaborando, assim, para o trabalho de nossos agricultores”, defende o vereador progressista.   

13/03/2018 - 11:48
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor: Vania Espeiorin - MTE 9.861
Redator: Vania Espeiorin - MTE 9.861
Líderes se manifestam da tribuna, na plenária desta terça-feira (13/03

Líderes se manifestam da tribuna, na plenária desta terça-feira (13/03

Crédito: Franciele Masochi Lorenzett