Gustavo Toigo idealiza uma política de incentivo à produção de suco de uva

Apresentado nesta terça-feira, o projeto de lei prevê certificação específica e isenção tributária

A política de incentivo ao desenvolvimento da produção de suco de uva (Pró-Suco) e o Circuito Caxiense do Suco de Uva foram idealizados pelo vereador Gustavo Toigo/PDT. Na sessão ordinária desta quarta-feira (13/09), o parlamentar foi à tribuna detalhar a matéria que apresentou ontem, na Câmara Municipal. Ele quer impulsionar o consumo do suco de uva 100% integral (sem adição de água ou açúcares) produzido no município e ações de turismo que envolvam o produto, além de garantir certificação específica.

O vereador contou que, no último dia 20 de julho, reuniu produtores vitivinícolas para ouvir sugestões que qualificassem o fomento ao setor, como a desoneração tributária. Na proposta, estão previstas isenções de até 100%, no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), e de 100%, na taxa de emissão de alvará. Estipula que a concessão do benefício depende da apresentação da declaração anual de produção de sucos, perante o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Toigo informou que, conforme a Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o cultivo de uva, em Caxias, ocupa 3.900 hectares de área plantada, com uma capacidade de produção de 62.500 toneladas. Afirmou que, ao consumir, pelo menos, 500 ml diários de suco de uva, um cidadão pode suprir a necessidade de cobre, ferro, manganês e zinco, no organismo.

O pedetista também salientou que o resveratrol, outro componente da uva, combate a produção de toxinas e radicais livres e evita a formação de placas de gordura, nos vasos sanguíneos. Explicou que ele diminui os níveis do mau colesterol (LDL) no sangue, prevenindo infartos e acidente vascular cerebral (o popular AVC ou derrame).

13/09/2017 - 14:26
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Caxias do Sul

Editor: Fábio Rausch - MTE 13.707
Redator: Fábio Rausch - MTE 13.707
Vereador Gustavo Toigo

Vereador Gustavo Toigo

Crédito: Franciele Masochi Lorenzett