Meneguzzi pede informações sobre óbitos por suspeita de negligência

Documentos foram encaminhados ao gabinete do prefeito e à secretária da Saúde

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) protocolou nesta quarta-feira, 06 de setembro, ofícios ao gabinete do prefeito Daniel Guerra (PRB) e à secretária da Saúde, Deisy Piovesan, nos quais questiona sobre os processos de investigação e sindicância abertos na administração para apurar as mortes de Rosalina Slongo, 77 anos, e de Aura Gonçalves Gil, 80 anos. Ambas vieram a óbito em 30 de junho e 26 de julho, respectivamente. Foi levantada suspeita de negligência nos atendimentos.

“Nos dois casos, encaminhei ofício à Secretaria Municipal da Saúde, para que abrisse sindicâncias que pudessem apurar os fatos e punir os culpados, mas até agora não recebi qualquer informação. Por isso, acabei acionando o Ministério Público”, recorda Meneguzzi.

Nos documentos encaminhados nesta quarta-feira, o parlamentar questiona os resultados das investigações sobre os óbitos e, no caso de Rosalina, por que a Secretaria não assinou a liberação do corpo, tampouco encaminhou ao vereador os prontuários, conforme solicitação. Meneguzzi pergunta ainda sobre a atuação da pasta em prestar esclarecimentos e auxílios às famílias das vítimas.

“Quando a dona Rosalina faleceu, tive a informação de que ela aguardou leito por três dias, no Postão. Estou pedindo se foi isso mesmo que aconteceu e, de agora em diante, quais as providências tomadas pela Secretaria da Saúde para evitar casos como este. A Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Câmara, da qual faço parte, recebe diversas denúncias de negligência nos atendimentos. São vidas, não podemos brincar com a vida”, relata Meneguzzi.

 

06/09/2017 - 16:55
Gabinete do Vereador Alberto Meneguzzi/PSB
As matérias publicadas neste espaço são de total responsabilidade dos gabinetes dos vereadores.
Vereador trata de mortes de duas senhoras após atendimentos

Vereador trata de mortes de duas senhoras após atendimentos

Crédito: Matheus Teodoro/Banco de Dados